Testando o Opera

Eu não usava o browser Opera desde que a instalação dele cabia em um disquete de 1,44mb, hoje por curiosidade baixei a nova versão 6.0 (por enquanto só disponível em inglês) que já não é tão pequena assim, mas nem se compara em tamanho aos elefanticos IE e Netscape, fiquei impressionado, essa versão está tão próxima do IE 5 que vem configurado para enganar os sites dizendo ser o próprio navegador de Bill Gates, isso para evitar os filtros de browser. Ainda não está perfeito em relação a clonar todas as features visuais possíveis no IE mas dá conta do recado em 95% dos sites, só não dá pra acessar sites que usam ActiveX (bem poucos realmente).

Agora a grande vantagem dele é a velocidade, ele mesmo se auto-intitula “O mais rápido browser da Terra”, e é mesmo, o bicho voa e ainda tem bloqueador automático de pop-up’s, eu notei uma coisa navegando com ele, a gente perde a preguiça de clicar nos links, quantas vezes eu li uma coisa interessante num blog que apontava para uma noticia e pensei “poxa, vai abrir outra janela e demorar 1 minuto pra abrir a página”, com ele é vapt-vupt, ou melhor click-vupt, e ainda abre todas as janelas dentro de sua própria área de trabalho, não fica enchendo a barra de tarefa do windows.

Lembro porém que a conexão precisa ser rápida né ? ele também não faz milagre.

0 thoughts on “Testando o Opera

  1. Opera comanda mesmo. Exceto para algumas (poucas) alguma página específica, eu só uso o Opera mesmo. Pra blogar mesmo é uma beleza. Deixa o Bloggar e o Opera abertos com um monte de sites, fica muito melhor pra caçar o que colocar no nosso blog. Ui, será que fui claro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.