PRESO

Pare de olhar assim pra mim
Rindo da verdade em minha face
Eu nem lembro mais de onde vim.
Sei era melhor que me calasse
Ou quem sabe é este o meu fim.

Marcelo Leal Limaverde Cabral (22/03/2002)

0 thoughts on “PRESO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.