Deixa um pouquinho pro papai?

Cada vez mais eu me convenço que Matheus é realmente parecido comigo. Ontem à noite enquanto eu estava na faculdade Érika teve o desejo (coisa de mulher grávida) de comer brigadeiros, chamou Matheus para ser o cúmplice e foi pra cozinha preparar. Uma vez pronto ele não aceitou comer o brigadeiro de colheradas, tinha que ser tudo conforme o figurino, enrolado, passado no açúcar e depois colocado nas caixetas de doce.

Érika então combinou com ele que seria separados três brigadeiros para eu comer quando chegasse da faculdade. Terminada a comilança sobraram os meus três lá e ele não resistiu e quis comer de todo jeito. Quando eu cheguei e ela me contou, fui perguntar pra ele onde estavam os meus brigadeiros e ele disse: “tinha três brigradeiros pra você mas eu comi” na maior cara limpa. Eu só pude rir, pois eu era assim mesmo. Minha irmã Clarissa sempre trazia alguma coisa das festinhas que nós íamos para o papai, e eu devorava tudo e nunca trazia nada.

Certa vez mamãe quis mudar isso, me convenceu a guardar alguma coisa da caixinha que eu ganhara na festa, concordei, escolhi e guardei no bolso as Pastilhas Garoto. Quando entramos no carro para voltar para casa eu já tinha comido tudo da minha caixinha e só restavam as pastilhas, foi me dando uma vontade, e eu não resisti, abri a embalagem com todo o cuidado do mundo, sem rasgar até ser possível acessar a primeira pastilha com a língua. E eu fui assim, durante todo o caminho de volta, dando uma lambidinha rápida na pastilha e depois fechando.

Chegando em casa, lá fui eu todo orgulhoso mostrar pro papai que eu havia lembrado dele. Entreguei as pastilhas e ele de cara notou que já estava aberta, mas não disse nada, agradeceu e abriu. Ele não pode conter a gargalhada quando viu que a primeira pastilha era apenas uma fina lâmina de hortelã toda babada. 🙂

0 thoughts on “Deixa um pouquinho pro papai?

  1. Tenho muita, MUITA vontade de ser pai, e pô, é esse tipo de história que só me faz ficar ainda mais com agua na boca! Esse lance de descobrir semelhanças no seu filho(Mesmo que não tão boas) deve ser demais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.