Filhos

Teus filhos não são teus filhos.
Eles são os filhos e filhas do anseio da Vida por si própria.
Ele vêm através de ti, mas não de ti,
E ainda que contigo estejam, não te pertencem.
Tu podes dar-lhes teu amor mas não teus pensamentos,
Pois eles têm seus próprios pensamentos.
Tu podes hospedar seus corpos mas não suas almas,
Pois suas almas moram na casa do amanhã, a qual não podes visitar, nem mesmo em sonhos.
Podes empenhar-te em ser como eles, mas não procure fazê-los como tu és.
Pois a vida não caminha para trás nem delonga-se no ontem.
Sois os arcos dos quais seus filhos como flechas vivas são lançados adiante.
O Arqueiro vê o alvo no caminho do infinito, e Ele vos curva com Sua força para que Suas flechas sigam velozes e para longe.
Deixe que sua curvatura nas mãos do Arqueiro seja para a alegria;
Pois assim como Ele ama a flecha que voa, ama também o arco que é firme.

“O Profeta”
Khalil Gibran

Em dois ou três momentos da minha vida me recomendaram ler “O Profeta”, depois desta amostra grátis, aprovei, vou ler. A propósito achei esse texto no blog da Anna.

3 thoughts on “Filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.