Para Ver os Meninos

Matheus e Leonardo - Fevereiro 2004
Tive que parafrasear o mestre Paulinho da Viola no título desse post que eu vinha querendo escrever há uns dois meses. Não dá pra fazer suspense do tema: Meus Filhos.

Matheus e Leonardo estão em fases maravilhosas, um aprende a ler e o outro a falar, descobrindo ambos, a magia da comunicação e se divertindo com isso.

Difícil descrever como é fazer parte desse crescimento, só quando olho pra eles dormindo tranqüilos é que percebo o quanto de responsabilidade temos (eu e Érika), e o quanto me dá prazer ter essa responsabilidade.

É, eu amo esse meninos!

Para Ver as Meninas
(Paulinho da Viola)
Silêncio por favor
Enquanto esqueço um pouco a dor no peito
Não diga nada sobre meus defeitos
E não me lembro mais quem me deixou assim

Hoje eu quero apenas
Uma pausa de mil compassos
Para ver as meninas
E nada mais nos braços

Só este amor assim descontraído
Quem sabe de tudo não fale
Quem não sabe nada se cale
Se for preciso eu repito
Porque hoje eu vou fazer
Ao meu jeito eu vou fazer
Um samba sobre o infinito

Ouvindo: Para Ver As Meninas – Marisa Monte – (3:52)

3 thoughts on “Para Ver os Meninos

  1. Fala Marcelo,

    A net tem coisas muito interessantes…estudamos juntos há mais de 20 anos e por um acaso descobri teu blog hoje…mais ainda, descobri que estou nele.

    Em primeiro lugar, parabéns pelo bom gosto, pela excelente redação e por suas idéias sempre coerentes.

    Engraçado…há dois meses voltei ao Recife a trabalho, como publicitário, e aproveitando o ensejo, fiz alguns shows aí na terrinha e em Fernando de Noronha. Na ilha me apresentei no bar de uma companheira nossa de Nóbrega, a Luciana Fonte e levei umas fotos do nosso tempo de colégio onde você aparece. Coincidência? Bem…como espírita, não acredito em coincidências.

    Apesar de ter contato e afinidade com a doutrina desde 1989, sempre arrumei pretexto para fugir à responsabilidade, mesmo sabendo que alguma hora ia ser chamado a cumprir os compromissos assumidos ao reencarnar. Essa hora chegou e hoje faço parte de um pequeno Centro Espírita, dedicado à cura através da arte, aqui em São Paulo. Um trabalho muito bonito, que está apenas começando. Espero que possamos trocar sempre informações e experiências.

    Sobre o vídeo do BBB…sem comentários. Aquilo lá era parte uma matéria exibida em rede nacional pela própria Globo, onde levamos o reporter para mergulhar em um naufrágio e saltar de pára-quedas com a Bola Gato. Da forma que eles colocaram lá, ficou ridículo…mas é bom para eu aprender a não me meter nessas enrascadas…hehehe.

    Bem, é um prazer reencontrá-lo, mesmo que de forma virtual. Um grande abraço e que Deus ilumine sempre o seu caminho e da sua família. Assim seja.

    Eduardo Gatinho.

  2. Legal, Marcelo!

    É incrível mesmo essa sensação de participar da formação pessoas “de verdade”, que um dia se tornarão adultas! Até hoje, mais de 8 anos após o nascimento da primeira filha, eu me pergunto se merecia tanta responsabilidade depositada sobre mim 😉

    Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.