Este blog está de luto

Esta madrugada, depois de anos de sofrimento vítima de uma doença degenerativa, desencarnou com apenas 67 anos o Homem que me ensinou a ser quem eu sou.
Ao meu querido Pai, Márcio Cabral, dedico esse post de dor e saudade pela separação, mas ao mesmo tempo de certeza que na Vida Maior ele estará velando por todos nós, seus filhos, familiares e amigos.
Pai, obrigado por tudo que você me proporcionou e ensinou e principalmente obrigado por quem você foi, um exemplo de integridade e um Pai maravilhoso.

A seguir publico aqui uma poesia que escrevi e dediquei a ele há mais de 8 anos, ainda nos primeiros dias de sua enfermidade:

CERTO DIA PAREI…

Parei sem saber onde ir,
Perguntei por aqui, onde será ?
Busquei quem me dissesse vá por ali,
Encontrei alguém que me disse, na hora saberás.

Minha vida foi sempre assim,
Nada certo, nada firme,
Tudo contudo sempre funciona no fim.
Por certo, ajuda tive.

Engraçado ser desse jeito,
Preocupa-me mais, tenha certeza.
Ser sincero, um amigo perfeito,
É bem mais difícil que enfrentar a pobreza.

Nesses rabiscos de um poeta aprendiz
Está o registro de uma vida feliz.
Agradeço meu Pai, por agora e no porvir,
Agradeço a Deus por você existir.

9 thoughts on “Este blog está de luto

  1. Cara … não tem nada que eu possa dizer nessa situação e nem sei se adianta, só o tempo mesmo.

    Oque fica é essa adimiração que você tem por ele e que expressou de forma tão sincera que mostrou pra todo o grande homem que seu pai deve ter sido.

    Meus pêsames.
    Qualquer coisa tamos aí à um msn de conversa …

  2. Mesmo com o conhecimento e a certeza de que a morte é só física e que uma vida maior a segue, é sempre difícil a separação temporária de entes queridos.

    “Onipotente Deus, que a tua misericórdia se derrame sobre a alma de Márcio Cabral, a quem acabaste de chamar da Terra. Possam ser-lhe contadas as provas que aqui sofreu, bem como ter suavizadas e encurtadas as penas que ainda haja de suportar na Espiritualidade!

    Bons Espíritos que o viestes receber e tu, particularmente, seu anjo guardião, ajudai-o a despojar-se da matéria; dai-lhe luz e a consciência de si mesmo, a fim de que saia presto da perturbação inerente à passagem da vida corpórea para a vida espiritual. inspirai-lhe o arrependimento das faltas que haja cometido e o desejo de obter permissão pata as reparar, a fim de acelerar o seu avanço rumo à vida eterna bem-aventurada.” (E. S. E.)

  3. A melhor homenagem é sempre dignificar a memória seu pai com seu próprios exemplos de vida bem conduzida, bom caráter, e bom pai. A vida segue, Sr. Márcio está em lugar melhor que nós.

  4. OLA MARCELO,TUDO BEM ?
    ESPERO QUE AS COISAS JA ESTEJAM CAINDO,CADA QUAL EM SEU DEVIDO LUGAR!
    COMO PERDI MEU PAI , HA UM ANO, SEI MUITO BEM, O QUE ESTA PASSANDO,AMIGO !
    FORÇA !
    APENAS, FORÇA ! O RESTO VEM DE NOSSO ÍNTIMO, NOS ACALENTAR !
    SEU PAI, ESTA AÍ,DO SEU LADO E ASSIM SEMPRE ESTARÁ!
    UM ABRAÇO,

    DJ

  5. É muito difícil dizer qualquer coisa numa hora dessas, mas espero que você esteja bem, pois o seu pai, com certeza, está agora descansando e muito feliz por ter criado uma pessoa maravilhosa como você.

    Foi somente o fim de mais um dia.

    Fique com Deus.
    Um abraço,

  6. Triste quando pessoas queridas se vão de nosso convívio. Mas fica o conforto de sabermos que elas irão para um lugar melhor, e em breve estaremos novamente juntos, e que contaremos com sua proteção. E que ficou muita coisa boa, fruto do nosso convívio.

  7. Marcelo,

    Estava pesquisando pelo nome de seu avô por outro motivo e cheguei a seu blog. Trabalhei com seu pai muito tempo atrás (desde o final dos anos 60), e embora não tivesse notícias dele há muitos anos, foi um choque saber que ele se foi tão cedo.
    Fico feliz em saber que ele deixou memórias tão boas em você. Suas palavras coincidem com a lembrança que tenho dele: exemplo de integridade.
    E demonstram que ele deixou a mais rica herança que um homem pode deixar: seu próprio exemplo de vida seguido pelos filhos.
    Tenho em minha biblioteca o Dicionário de Termos e Expressões Populares autografado por seu avô, e presente de seu pai. E até hoje eu o mostro às vezes, em reuniões com amigos e família, quando alguém não entende algum termo dito por minha esposa, que é de Fortaleza…
    Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.